Corpo humano é última fronteira do microplástico antes do meio ambiente

Share
Crédito: Alfonso Dias - FreeImage

O microplástico é consumido pelas pessoas, ficando alojado no corpo humano antes de ser eliminado no meio ambiente. Essa é uma das constatações da pesquisa realizada pela Orb Media, organização jornalística sem fins lucrativos sediada em Washington.

Em uma única garrafa de água, os pesquisadores encontraram milhares de partículas microscópicas de plástico. As amostras foram obtidas em 19 locais provenientes de nove países, que pertencem a cinco continentes.

No Brasil, foram realizados testes em mais de 250 garrafas de 11 marcas líderes de mercado. A contaminação revelada é causada por plásticos variados como polipropileno, náilon e tereftalato de polietileno (PET).

Para Jane Muncke, diretora-gerente do Fórum de Embalagem de Alimentos, organização de pesquisa sediada em Zurique, é provável que o microplástico esteja nos tecidos do corpo humano. Relatório de 2016 da União Europeia sobre a presença de plásticos em frutos do mar indicou que o intestino humano excreta até 90% do microplástico consumido.

Clique aqui para ler a reportagem completa da Folha de S. Paulo.

Crédito: Alfonso Dias – FreeImage
Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Continue lendo a postagem

Participe da Nossa Aula ao Vivo!

Entenda a mudança de olhar que vem inspirando uma nova geração de projetos - e como colocá-la em prática! Vai ser nos dias 23 e 24 de agosto.

Você vai aprender como identificar produtos e projetos realmente circulares. E, se pretende desenvolver seus próprios projetos ou produtos, vai ter novos instrumentos e inspiração para aplicar esse pensamento na prática! Para participar, é só se inscrever abaixo:

    Respeitamos a sua privacidade! Você pode se descadastrar a qualquer momento.