DIF 2018: destaques de economia circular

Share

Talvez você ainda não conheça ou sequer tenha ouvido falar sobre o DIF – Disruptive Innovation Festival. Em português chamado como Festival de Inovação Disruptiva, ele é, atualmente, o maior festival online internacional sobre economia circular. Em 2018 o DIF está em sua quinta edição.

As sessões apresentadas no DIF são feitas por organizações que exibem seus pensamentos e atividades mais recentes. Universidades, empresas, empresários, líderes de pensamento e autores têm contribuído regularmente para o DIF nos últimos anos.

Para quem acompanha o blog, separamos algumas recomendações que consideramos destaques do evento. No DIF, a maioria das sessões é em inglês, mas existem algumas sessões em português ou com legendas disponíveis.

Conteúdos do DIF em português ou com legenda

Neste ano, um dos headliners (os palestrantes principais convidados pelo festival) é o Hamilton Henrique, fundador do Saladorama, que oferece comida saudável e acessível em várias favelas brasileiras, gerando muitos benefícios econômicos e sociais para essas comunidades. Vale a pena conferir

Outra recomendação importante é a sessão 4.5 Misconceptions about the Circular Economy – 4.5 Concepções Erradas sobre a Economia Circular, do Ken Webster, que traz um aprofundamento bem interessante sobre o assunto. A sessão é em inglês, mas tem legendas em português disponíveis. Para que elas apareçam, é preciso clicar nas configurações do vídeo, no canto inferior direito. 

Outro vídeo muito interessante que tem legendas disponíveis em português é o documentário System Reset, filmado em Londres, Amsterdam e Barcelona, que fala sobre a transformação de nossa economia a partir de novas ferramentas que democratizam os meios de produção e permitem uma mudança de paradigma da escassez à abundância. 

Também estamos no DIF!

Está lá no DIF a sessão da Carla Tennenbaum, uma de nossas fundadoras. No vídeo de 15 minutos,Nesse vídeo de 15 minutos, ela fala sobre a trajetória do seu trabalho inovador a partir de resíduos de E.V.A., e como ele foi transformado a partir do contato com princípios de design circular.

Apenas em inglês

Quem entende bem o inglês, pode ver outras sessões bem interessantes sobre a abordagem Cradle to Cradle (C2C). William McDonough, um dos autores do livro Cradle to Cradle, fala sobre como a metodologia permite criar produtos seguros e circulares para a economia circular. 

Algumas empresas que adotaram essa proposta e investiram na criação de produtos seguros e circulares, como a G-Star, Keen e Method, discutem seus resultados e aprendizados com a facilitação do Instituto de Inovação de Produtos Cradle to Cradle (C2CPII).

Brendon Rowen, fundador do Cradle to Cradle Marketplace, também discute com convidados a contribuição da metodologia C2C na criação de produtos adaptados à economia circular.

Se você quiser ver a programação completa do DIF 2018, ela está disponível aqui (apenas em inglês).

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Continue lendo a postagem

Participe da Nossa Aula ao Vivo!

Entenda a mudança de olhar que vem inspirando uma nova geração de projetos - e como colocá-la em prática! Vai ser nos dias 23 e 24 de agosto.

Você vai aprender como identificar produtos e projetos realmente circulares. E, se pretende desenvolver seus próprios projetos ou produtos, vai ter novos instrumentos e inspiração para aplicar esse pensamento na prática! Para participar, é só se inscrever abaixo:

    Respeitamos a sua privacidade! Você pode se descadastrar a qualquer momento.