Economia circular no Encontro Lixo Zero 2019

Share
Encontro Lixo Zero 2019

O Encontro Lixo Zero 2019 acontece na semana que vem em São Paulo para discutir “O Lixo Nosso de Cada Dia”.

Quem consegue passar um dia sem jogar nada no lixo que atire a primeira pedra! E mesmo que atire a pedra bem longe, ela ainda vai cair em algum lugar do planeta. Ou seja, tudo o que a gente descarta continua por aqui. Seja no aterro, no bueiro ou na barriga de uma tartaruga no mar.

Só a cidade de São Paulo produz 20 mil toneladas de lixo por dia, de acordo com a prefeitura. O destino desse lixo e os desafios para uma cidade da magnitude de São Paulo vão ser discutidos no dia 28 de maio, quando acontece o Encontro Lixo Zero São Paulo 2019. Outras cidades do país farão encontros Lixo Zero entre maio e junho – algumas pela primeira vez, como Natal e Maringá.

Nós da Ideia Circular temos colaborado com o movimento Lixo Zero aqui em São Paulo, trazendo a discussão sobre economia circular para a pauta em edições anteriores. E este ano não será diferente! A  Léa Gejer, nossa co-fundadora, vai participar como provocadora do painel de economia circular, como você pode ver abaixo.

Cidade, Circularidade e Inovação – Encontro Lixo Zero 2019 em São Paulo

O evento de São Paulo traz discussões voltadas não apenas aos cidadãos, mas também às empresas e ao poder público. O encontro está dividido em três painéis: soluções para a cidade e seus cidadãos, economia circular (muito além da reciclagem) e inovação (como as novas tecnologias mudam o cenário dos resíduos).

O painel 1, “Sampa Soluções”, vai discutir a cidade de São Paulo, que além de gigante é também muito diversa. As múltiplas realidades que interagem na metrópole fazem o desafio da gestão dos resíduos sólidos urbanos ainda mais complexo. O painel enfatiza sobretudo o desafio da diversidade social, cultural e econômica presentes na cidade e suas implicações nas políticas públicas sobre o tema.

Já o painel 2, “Economia Circular”, que tem a participação da Léa Gejer, questiona nossos modelos produtivos e a economia do descarte, que ainda é muito presente na cultura das empresas. É preciso encontrar novas formas de consumo e produção que visem a não-geração de resíduos e sejam viáveis financeiramente – alguém falou em design circular? 

Por fim, o painel 3 traz o tema “Tecnologia”. A ideia é discutir como a tecnologia pode transformar o modo de vida das pessoas e impactar a geração de lixo. Para pior, quando aplicada dentro da lógica linear e da obsolescência programada, intensificando o desperdício. Mas ela também pode – e precisa – ser usada para facilitar a escalabilidade de soluções e a inovação no desenho de produtos e processamento de resíduos.

O Lixo Nosso de Cada Dia

Além disso, o Encontro Lixo Zero 2019 também traz outras alternativas para lidar com os resíduos nas residências, empresas e bairros. Acontecem, por exemplo, rodas de conversa para falar sobre os resíduos gerados pelo mercado de cosméticos; as histórias de empreendedores que mudaram suas vidas para atuar com resíduos; a visão dos catadores e movimentos periféricos; e estratégias de engajamento para sustentabilidade e regeneração do planeta.

O evento fará ainda o “Desafio do Vidro”, com propostas para envolver diferentes atores sociais (indústria, comércio, população) no uso e reciclagem desse material que, apesar de ser infinitamente reciclável, ainda não é destinado corretamente em muitos locais de São Paulo.

Veja a programação completa do evento que será durante todo o dia 28 de maio, inscreva-se aqui e obtenha mais informações sobre o evento no Facebook.

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Continue lendo a postagem

[livro gratuito] 28 estudos de caso:
design e inovação para a economia circular no Brasil e no mundo