Conheça os vencedores do The Circulars 2019

Share
Vencedores do The Circulars 2019
Imagem do The Circulars em https://www.youtube.com/watch?v=r6wfhFp_yOw

 O concurso The Circulars é uma iniciativa do Fórum Econômico Mundial e dos Jovens Líderes Globais que reconhece, a cada ano, indivíduos e organizações que estão contribuindo para a construção  de um futuro circular.

O The Circulars 2019 foi a quinta edição do concurso. Os destaques foram para os temas de modelos de negócio e para a adoção de tecnologias rumo à 4ª Revolução Industrial na transição para a economia circular. O concurso recebeu 450 inscrições de 45 países nas suas sete categorias: liderança, multinacional, pequenas e médias empresas, setor público, Investidor econômico, disruptor de tecnologia e escolha do público.

Liderança no The Circulars 2019

Troféu The Circulars 2019
Foto retirada do anuário The Circulars 2019

Esta categoria premia indivíduos que demonstram liderança inspiradora na jornada rumo a uma economia circular. O vencedor de 2019 foi o Prof. Flemming Besenbacher, CEO da Carlsberg Group e da Fundação Carlsberg,: uma fundação industrial dinamarquesa que apoia a pesquisa internacional para superar, em nível local e global, os desafios que a humanidade enfrenta, como: fluxos maciços de refugiados, conflitos e terrorismo, mudanças climáticas, fontes futuras de energia, escassez de água limpa e crescimento populacional.

Outras pessoas que se destacam pelo seu trabalho na categoria liderança foram homenageadas – e uma delas foi a nossa Léa Gejer, co-fundadora da Ideia Circular e também da Flock! Ela ganhou menção honrosa, e foi a única representante latino-americana laureada pelo The Circulars 2019 nesta categoria.

Multinacional

A Schneider Electric ganhou a premiação nesta categoria no The Circulars 2019. A empresa utiliza a economia circular como solução para que edifícios, indústrias, redes elétricas e data centers usem recursos de forma mais efetiva. Outros finalistas nesta categoria foram a DSM, empresa pioneira em soluções de materiais do ciclo biológico e outros também circulares, e a Eileen Fisher, que criou um sistema que preserva o valor de tecidos materiais e roupas para a circularidade.

Pequenas e médias empresas (SME)

Em 2019, a Lehigh Technologies ganhou o primeiro lugar para iniciativas SME. É uma empresa química de pó de borracha, que transforma materiais residuais de pneus em produtos que ajudam na transformação de pneus em fim de vida e outros materiais de borracha pós-industriais.

Um outro destaque nesta categoria é a empresa TerraCycle, que gerencia resíduos para eliminar o conceito de lixo. Ela opera em 21 países, inclusive o Brasil. Faz parceria com empresas, organizações sociais, órgãos públicos para reciclar produtos e embalagens que iriam para aterros ou lixões.

Setor Público

Setor Público no The Circulars 2019
Foto de Sara Kurfeß no site Unsplash

Os premiados para o Setor Público podem ser uma cidade, região, um estabelecimento de educação, ONG, governo local/nacional ou até um organismo ou programa que se destaca nos trabalhos para a transição para a economia circular.

A grande vencedora para a categoria no The Circulars 2019 foi a Comissão Europeia, que vem orientando estrategicamente a União Europeia e seus 500 milhões de cidadãos para o desenvolvimento da economia circular com a discussão de uma série de medidas significativas para a região.

Nesta categoria, chama atenção ainda a menção honrosa para o Circular Economy Club, rede internacional que a Ideia Circular faz  parte, e que tem mais de 3.100 profissionais e organizações de economia circular em mais de 100 países.

Investidor

Esta é uma categoria que premia organismos de investimento que fornecem apoio financeiro para a economia circular se tornar mainstream.

Quem ganhou o The Circulars 2019 foi a Impax Asset Management, uma empresa global de investimentos que gerencia estratégias especializadas, investindo 11,5 bilhões de dólares em empresas que fornecem soluções ambientais. A Impax criou e definiu em 1998 um sistema de classificação chamado “Mercados Ambientais”, incluindo modelos de negócios de economia circular, e continuou a desenvolvê-lo desde então. 

Disruptor de Tecnologia 

O grande vencedor na categoria Disruptor de Tecnologia é a Winnow. A empresa desenvolve tecnologia para ajudar chefs a alcançarem maior visibilidade em suas cozinhas e tomarem melhores decisões para reduzir tanto o desperdício de alimentos quanto os custos.

Escolha do Público 

O grande destaque da escolha do público foi a chilena TriCiclos, que é uma empresa que trabalha processos, serviços e produtos de consumo para a economia circular. Eles também afirmam que o lixo é um erro de design, e oferecem soluções para  a não-geração de lixo.  

Escolha do Público no The Circulars 2019
Foto do site da TriCiclos em http://triciclos.cl/wp-content/uploads/2016/09/SLIDER1-ESPANHOL.jpg

Quer saber mais? Veja a publicação que saiu com todos os vencedores (pdf em inglês) do The Circulars 2019.

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Continue lendo a postagem

[livro gratuito] 28 estudos de caso:
design e inovação para a economia circular no Brasil e no mundo