Trama afetiva: evento para repensar a moda traz tema de circularidade

Share
Trama Afetiva 2019

Com estímulo para repensar o consumo e questionar modelos atuais de economia e sociedade, o projeto Trama Afetiva acontece entre os dias 20 e 23 de agosto de 2019 no Centro Cultural São Paulo (sala Jardel Filho), na cidade de São Paulo. É uma iniciativa da Fundação Hermann Hering com a direção criativa de Jackson Araujo e Luca Predabon.  

O evento já está em sua terceira edição, reunindo estudantes e profissionais preocupados em investigar valores contemporâneos tanto econômicos quantos sociais, usando o Design como principal ferramenta de transformação.

Jackson e Luca, diretores criativos do Trama Afetiva
Jackson e Luca, diretores criativos do Trama Afetiva

Minifestival – Trama Afetiva

Ao todo serão três dias de evento, um minifestival cultural focado no conceito de  Economia Afetiva, que de acordo com Jackson visa “potencializar o coletivo, ser lugar de diversidade e inclusão, pensando sempre em fazer com os outros e para os outros, tirando de cena a velha ideia do faça-você-mesmo sozinho e pra você.”

O minifestival é totalmente aberto ao público, e abarca  temas como Economia Circular, Moda como Ativismo, Empreendedorismo Cívico e Logística Reversa. “Cada dia temos uma masterclass seguida de um painel de debate, na sala Jardel Filho, das 10hs ao meio-dia, com capacidade para 300 pessoas. É só chegar e participar” explica o diretor.

“A moda sempre foi sobre exclusão. Esse pensamento levou a indústria a esse cenário caótico de poluição e exploração de mão-de-obra, apenas pra citar alguns dos pontos que estamos estudando” explica Jackson Araujo.

 

Circularidade no Trama Afetiva

A primeira masterclass, dia 20, será da Carla Tennenbaum, justamente sobre design e circularidade. “A Carla é a nossa referência master sobre Economia Circular. Desde que lemos seu texto falando sobre circularidade, energia feminina e regeneração, ficou impossível não pensar em seu nome para abrir os caminhos dessa semana tão rica de troca de aprendizados.”

Complementa Jackson, que aprofundou o contato com a Ideia Circular como aluno do curso Economia Circular na prática: entenda, desenhe, transforme. “O treinamento tem sido uma experiência muito rica de aprendizado, que trouxe questionamentos profundos para a construção de tudo o que tenho pensado e realizado”. 

A programação aberta do dia 20 é toda pautada sobre a circularidade: depois da masterclass da Carla, haverá um painel sobre o Poder da Lógica Circular, com Adriana Tubino e Itiana Pasetti, do negócio social Revoada (também alunas queridas da última edição do nosso curso!); Jonas Lessa e Lucas Corvacho, da Retalhar, empresa de logística reversa têxtil; Patricia Centurion, designer representante do projeto social holandês i-did.nl e Luciano Amado, diretor comercial da Feltros Santa Fé.

Foto com informações da masterclass da Carla para o Trama Afetiva
Carla fará a masterclass de abertura do minifestival Trama Afetiva

Masterclasses do Trama Afetiva

Alguns dos outros convidados que farão a primeira aula de cada dia são: Fióti, que falará sobre a moda como ativismo no dia 21. Fióti é irmão e sócio de Emicida na marca Lab Fantasma. A Lab Fanstasma levanta questionamentos importantes como racismo, gordofobia, empoderamento periférico por meio da música e da moda.

No dia 22, a masterclass será sobre Empreendedorismo Cívico com Magnólia Costa.  Magnólia é doutora em Filosofia pela USP, professora de História da Arte no MAM e diretora de relações institucionais do Humanitas 360, que desenvolve projetos e facilita coalizões de organizações sociais, profissionais e gestores públicos focadas na diminuição da violência, na promoção da cidadania ativa e no aumento da transparência.

No último dia do evento, Dani Leite, criadora da Comida Invisível, falará sobre sua plataforma. Dani trará seus exemplos para diminuir o desperdício de alimentos em São Paulo.

 

Não é mais sobre roupas, e sim sobre pessoas

“Depois de 3 anos de ações, estudos e pesquisas, fomos aprendendo que nosso campo de atuação é uma ação estruturante para entender a sustentabilidade para além do resíduo sólido. Como a moda é a indústria na qual atuamos, chegamos à conclusão de que Moda não pode ser mais sobre roupas e sim sobre pessoas”.

Para Jackson e Luca, a moda deve ser vista como uma “micropolítica de transformação”. Com o redescobrimento dos pequenos coletivos, tribos e associações, além da possibilidade de articular a diferença sem mediação. E da ideia de que “o verdadeiro político é o sujeito que cuida de si e por isso pode cuidar dos outros”.

E o papel das novas gerações nesse contexto de transformação é o de ser agente desse ativismo. Transformando seus questionamentos em pautas da sociedade civil organizada. “Exatamente como está agindo a adolescente Greta Thunberg, a maior ativista do mundo contemporâneo. Cobranças diretas com discursos simples para uma transformação complexa, ainda não totalmente impossível” – finaliza o diretor criativo do Trama Afetiva.


Quem quiser participar e ver a programação completa do minifestival, basta acessar http://fundacaohermannhering.org.br/projeto/trama-afetiva

Share

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Continue lendo a postagem
NOVO CURSO

Sustentável ou circular?

Como fazer diferente, com critérios e com alegria!

Neste curso pioneiro, você vai exercitar um novo olhar para os desafios da sustentabilidade, com inspiração e critérios para desenhar um futuro circular e regenerativo, celebrar nossa presença neste planeta e nosso poder de transformação!

Deixe seus dados para entrar na lista de interesse e ficar sabendo assim que abrirem as inscrições.